Diários das pequenas poesias cotidianas

Por vezes, uma ideia passa pela nossa cabeça como um pequeno relâmpago, iluminando algum pensamento ou estado de espírito. Pode ser que estejamos bem tristes sem saber o motivo, ou felizes sem encontrar razão, angustiado, relutante, decidido…

Mas, eis que surge aquela pequena ideia. Pode ser só uma frase, bem curtinha, mas que dá sentido a algo que estamos sentindo. São pequenas poesias cotidianas,  que podem não entrar em livro algum, mas dão forma a várias das nossas emoções.

Registrá-las é como fazer um diário de sensações, ao invés de descrever o que você fez em um dia, com quem se encontrou, aonde foi. Relê-las depois pode fazer com que você tenha uma memória diferente, mais emotiva.

Que tal começar hoje?

Comentários

Participe do Blog deixando um comentário =)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *